quarta-feira, fevereiro 20, 2013

Tema: Primeira vez

Oi, meu amores! Eu andei recebendo muitas perguntas no ask, muitas dúvidas sobre quando, como, com quem perder a virgindade, então resolvi fazer um cantinho pra vocês aqui!
Como funciona: Mais ou menos de 10 ou 15 em 15 dias, eu vou fazer um post temático pra vocês, sobre um assunto que vocês mesmo vão escolher! (O de hoje, obviamente, é "Primeira vez")
Onde vocês pedem: Pelos comentários do último post, no caso, nos comentários desse aqui vocês vão sugerir o próximo tema! O mais pedido, ganha.
 Enfim, é isso. Espero que vocês gostem, acho um jeito legal de interagir mais com vocês. Beijinhos




Vamos falar sobre primeira vez! E, quando se trata desse assunto, as dúvidas, clichês e tabus são quase infinitos. E como eu tenho recebido muitas perguntas à respeito, aqui estou, esclarecendo tudo num texto. Não são verdades absolutas, regras, o certo, são as minhas opiniões, deixo claro. A pergunta mãe de todas: Tem idade? Não, não tem. Tem você preparada ou não! Eu acho que nada muito precoce é legal, exatamente por isso, porque você pula as etapas e conclui um ciclo sem estar preparada pra isso, o que não é bacana, além de ser desnecessário. "Ah, mas meu boy tá me pressionando, ele tem as necessidades dele, tenho medo dele me largar por isso...", vou contar uma coisa pra vocês então: TODOS vão pedir, POUCOS vão merecer. Isso sempre, até depois da primeira vez! Se o cara não respeita seus limites, sua hora, ele não gosta de você, porque o mundo sabe o quanto esse momento é delicado na vida de uma mulher. Então já vai tarde e eu prometo que você sobrevive e acha outro melhor! Você não tem que apressar ou atrasar o seu tempo por causa do tempo de uma cultura, sociedade, sua mãe ou seu boy. Quem sabe o tempo é você, sempre! A escolha é sua, o tempo é seu. A sociedade espera que você case virgem, recatada, pra ser uma excelente esposa, mãe, dona de casa. Sua mãe espera que você perca sua virgindade com o amor da sua vida, depois de 87 anos de namoro ou case virgem, depende da mãe. Seu boy espera te conhecer hoje, fazer sexo amanhã! Espera também que ele seja seu primeiro, no máximo seu segundo homem na cama, mas que, de alguma forma, talvez por mágica, você domine todas as técnicas de uma atriz pornô. Então ou você faz quanto sentir que ok, tá na hora, ou você enlouquece. “Mas tem que ser com namorado? E se eu me arrepender?” Não, namoro é rótulo. Tanto namoro dura um mês, 30 dias sem amor, sem respeito. Tanta história linda, intensa, fica eterna na gente, mesmo sem nunca ter sido um compromisso oficial. Isso não quer dizer nada, de verdade. Século XXI! Se você gosta de verdade do cara, admira, te faz bem, te desperta a vontade e, principalmente, se ele não for um moleque imbecil que só tá esperando isso pra te largar após a "batalha vencida" ou que no dia seguinte vai publicar no jornal o ocorrido, parabéns, esse cara é ele! Sim, a primeira vez a gente nunca esquece, então, apesar do sexo não ser esse tabu todo -só permitido com o marido e amores da vida- eu acho que o primeiro deve ser especial, pra virar uma lembrança boa, sempre. Sendo assim, arrependimento não rola! “E tem que ser numa cama coberta de rosas, com velas espalhadas e banheira espuma?” Recomendo uma pausa nas comédias românticas na vida de vocês, de verdade! rs Não, pode ser até na escada, contanto que você esteja confortável e segura do que quer. É importante avisar pro cara que é a sua primeira vez, isso não é vergonha, muito pelo contrário. Porque é função dele te deixar à vontade e ir com calma e isso é muito importante, porque sim, dói. É estranho e você vai precisar de outras vezes pra se acostumar. Pode sangrar, pode não sangrar. Camisinha sempre! É bom procurar um ginecologista que receite um anticoncepcional adequado pra você, mas você não morre se não fizer isso. Em caso de maiores problemas quanto à dor: Lubrificante, recomendo o KY. "Devo contar pra minha mãe?" Isso é muito relativo e pessoal, depende da sua relação com a sua mãe, você que sabe. Não, o corpo não muda depois do sexo. Sim, é normal se sentir insegura, sem saber muito o que fazer, mas tudo flui, com uma forcinha e compreensão do parceiro. Se for partir pro sexo oral, nunca, em hipótese alguma use os dentes. Com o tempo você descobre o que gosta e o que ele gosta. Acho que esse é o básico! Sexo não é uma coisa suja, um pecado mortal, um direito só dos homens ou algo que você deva se envergonhar. Mas também não precisa distribuir, só tem valor quem se dá valor! Beijo também é uma coisa normal e nem por isso devemos beijar Deus e o mundo. Então é isso! Boa sorte e juízo.
 

22 comentários:

  1. Acho que essa coisa de idade é muito complicado. Claro o que realmente conta é você estar confortável ou não, mas eu, particularmente, acredito que, sei lá, com doze, treze anos, não se está preparada. Pelo menos não na maioria dos casos. Mas o maior problema mesmo é a hipocrisia. Todo mundo gosta de apontar, e muitas vezes critica o outro por ter perdido muito cedo e continua com um discurso de "não existe idade". Então, eu acho que é válido também as pessoas pensarem que não adianta criar valores que só servem pra si. Se você pensa do jeito x, é esse que deve valer, em qualquer hipótese.

    ResponderExcluir
  2. Ah, parabéns pela ideia. Genial!!!

    ResponderExcluir
  3. Amei, vc é demais ! Tava precisando de orientação e não tinha pra quem pedir, obrigada !

    ResponderExcluir
  4. Concordo né, essa de que "todo mundo vai falar, isso e aquilo" não quer dizer nada, você não precisar fazer sexo e sair espalhando pra todo mundo, até porque se você é realmente madura pra transar, você é madura o suficiente pra saber que isso é coisa íntima e sua e de seu parceiro, só. E sim, idade é relativa, tenho amigas com 14 anos que perderam, namoram e são maduras igual eu sou com 20 anos, e só me senti confortável aos 18. Não me arrependo, foi ótimo e pronto. ( AAAAAH Marcella, amo e ja li quase todos seus textos te acompanhando sempre, beijos e sucesso :* ) - Lu'

    ResponderExcluir
  5. Bom, eu perdi minha virgindade aos 15, e fazia 9 meses de namoro. Tinha vergonha pelo fato de ter os labios um pouco grande, e por nao saber o que fazer, ele sabia que era minha primeira vez, e ele foi MARAVILHOSO, foi muito bom saber que ele nao se importava com tal detalhe! Acho que isso de idade não importa, o que importa realmente é que você se sinta segura do que esta fazendo, e se ele não é aquele cara que te ama hoje, amanha nem te conhece mais. Tambem sonhei em uma cama cheia de rosas, com velas vermelhas. Mais nd disso importa, o que vale é o momento e a pessoa que esta ali com você, naquele momento que irá ficar marcado pra sempre na sua vida. AMEI ESSE TEXTO E TODOS OS OUTROS!!! Muito bom.

    ResponderExcluir
  6. Bem falado. Vai tudo muito de cada um. O importante é que a pessoa se sinta bem e confortável. Não adianta forçar a situação ou se deixar levar por uma sugestão. Tudo precisa vir com reflexão. O tempo varia para cada pessoa. Não é regra. Em relação à isso, ambos precisam respeitar o limite um do outro. E com conversa chegar ao momento. Com naturalidade.

    Texto muito bom. Novamente bem escrito.. Acho legal tocar em assuntos assim, até para tirar as dúvidas de muitas garotas e garotos.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. A minha primeira vez, foi aos 18 anos. estava com 2 meses de namoro e nao conseguimos de primeira, so na segunda vez q deu certo. Mas de qualquer forma foi otimo, eu era super apaixonada por ele...

    ResponderExcluir
  8. Nossa, você realmente resumiu todas as maiores dúvidas femininas em relação a primeira vez e colocou todas no mesmo post com um humor gostoso e um estilo e escrita que é legal de ler. Gostei muito do texto, e as dicas são realmente úteis. Concordo com seu ponto de vista em tudo. E achei muito interessante que um monte de leitoras publicaram comentários anônimos compartilhando suas experiências também. Já passei por essa fase já 2 anos atrás e sei como é você querer se expressar e tirar suas dúvidas sem saber como, aonde ou com quem.

    www.annadecassia.com

    ResponderExcluir
  9. Gostei do seu texto, minha primeira vez foi ano passado aos 17, não me arrependo sabe, pois amava ele, sabia que iria ser com ele, só me sentia segura com ele, foi tudo perfeito, pena que foi em uma situação em que não estavámos mais namorando e que ele apenas me usou como trófeu, mas coisas da vida né? nem tudo é como a gente quer !

    ResponderExcluir
  10. aaah, sou suuuuuper fã de você e seus textos, amo todos :DD

    ResponderExcluir
  11. Belo texto (rsrs). Esse assunto de "primeira vez", de idade,é bem relativo. Você pode ter 13, 20 anos, se achar que é a hora certa, que tah preparada, vai rolar naturalmente, sem duvidas, sem arrependimentos. Mas também não custa nada "sonhar" com algo romântico, rosas, velas. Rs. Mas se acontecer de outra forma, também será especial, pra você e pra ele.

    ResponderExcluir
  12. Adoro os seus textos, e sempre te acompanho no face e no Blog <3 Vc escreve muito bem! :)

    Bjx
    http://write-aboutit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. ótimo o texto, pode escrever sobre familia? tenho uma familia desestruturada, meus pais são separados a 11 anos tenho uma relação estavel com minha mae apesar de nao darmos muito bem morando para morar juntas, por esse motivo morei com meu e minha madrasta 2 anos ou posso dizer sobrevivi, minha madrasta era horrivel pediu para o meu pai escolher entre eu ou ela tanto que ele optou por ela, hj não quero contato com ele sinto falta do meu irmao que é por parte de pai, hj moro com o meu irmao,que é maravilhoso, mas sei la ando meia frustrada precisando de concelhos, não tenho uma familia protetora, cuidadora, sinto falta de atenção, deles!

    ResponderExcluir
  14. Nossa você disse tudo nesse texto.Pena que fiz totalmente ao contrario,perdi minha virgindade muito cedo com 15 anos,hoje tenho 22 anos uma filha que não é com o companheiro que perdi,ela e linda ate um certo tempo tive uma linda familia,hoje me encontro separada e com muitas duvidas de caminho devo seguir,o termino do relacionamento foi por minha culpa,mas nao sei se devo tentar reconsquistar um ''casamento'' que durou 5 anos,ou se agora e meu momento de curtir minha vida e minha filha sozinha? Enfim sobre minha virgindade não me arrependo do ato,porque foi bom,gostei,mas me arrependo do parceiro,eu tive mais curiosidade em conhecer e saber como era,do que escolher a pessoa certa.:)
    Mais a vocês meninas que ainda não tiveram sua primeira vez,pense bem,homens muitos deles,só o que querem é sexo,mas nada.

    ResponderExcluir
  15. nossa !! perfeito,o texto não conhecia seus textos conheci através do face...esse foi o primeiro q li.e ameiii,tenho 14 anos..e muitas duvidas,mas esse texto me ajudou mt.no meu caso é mais vergonha..como vc disse no texto ''TODOS QUEREM,POUCOS MERECEM'

    ResponderExcluir
  16. Perdi a virgindade em janeiro desse ano. Tenho 16 anos, e não tinha nem 1 mês com meu namorado! Mas não me arrependo. Não doeu, ele foi bem compreensivo e com o tempo estamos pegando a "manha". Foi bem precoce mesmo, mas estamos juntos até hoje e isso só fortaleceu nosso amor.

    ResponderExcluir
  17. Para mim não tem esse lance de idade, o que importa é você está segura consigo mesma. Parabéns pelo texto que, como sempre, foi muito bem escrito!

    miragem-real.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Marcela sempre linda, sempre genial. Parabéns pela ideia, a maioria das meninas tem muitas dúvidas sobre esse assunto, e geralmente não pode contar para a mãe que a reprime, acaba ficando sem ter ninguém para contar, além das amigas da mesma idade, com as mesmas dúvidas. Concordo com tudo o que você disse. Realmente não existe idade para isso, tem apenas que estar preparada e ser com um cara bacana, maduro. Primeira vez fica gravado na memória para sempre, então tem que ter certeza do que quer para não ter arrependimentos depois. E claro, tem que usar camisinha e se preservar depois, não sair fazendo tudo com todos, só porque deu vontade. Como dizia a minha vó: Vontade dá e passa, não é mesmo? Adoro o seu blog e a sua página. Parabéns!

    ResponderExcluir

Publicidade (juro que eu escolho com carinho):