sábado, julho 09, 2011

Caio Fernando Abreu


Nunca notou que mulheres como eu não são fáceis de se ter; são como flores difíceis de cultivar. Flores que você precisa sempre cuidar, mas que homens que gostam de praticidade não conseguem. Homens que gostam das coisas simples. Eu não sou simples, nunca fui. Mas sempre quis ser sua. Você, meu homem, é que não soube cuidar. E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais. Dessa minha mania tão boba de amar errado. Seja feliz

5 comentários:

  1. Eu sou um que adora as coisas simples, elas valem muito mais .
    Como sempre, ótimso trechos.
    boa noite flor

    ResponderExcluir
  2. Oi menina meiga!
    E linda!
    Bonitão teu blog heim carioca! Parabéns!
    Vim comentar aqui no post do Caio pq amo ele de paixããão, mas teus textos são belíssimos tb!
    Só vim fazer uma visitinha, se quiser conhecer o meu blog tb, a casa é tua!
    oqtempordentro.blogspot.com
    Beeeijo

    ResponderExcluir

Publicidade (juro que eu escolho com carinho):