terça-feira, maio 31, 2011

A felicidade é você quem faz


O grande problema da maioria das pessoas é viver se lamentando, fazendo tudo em função de um dia alcançar, enfim, a felicidade plena. Mas quem disse que a felicidade é isso, um estado permanente? Só em contos de fadas que se é feliz pra sempre. Aliás, as pessoas esperam muitas coisas que só acontecem nos contos, como o famoso príncipe e o bem vencer sempre, só porque é o bem. Não que isso não aconteça, mas o contexto é bem decepcionante... o príncipe tem mil defeitos, a bruxa é linda e sua “amiga”, e pro bem vencer tem que ralar muito ! Decepcionante em termos, porque parando pra pensar, conto de fadas é tão chato e monótono que eles param de contar no suposto feliz pra sempre, ninguém sabe da vida da Cinderela pós casamento né. Imagina aquele príncipe uó, não dando um motivinho pra pobre da Cinderela reclamar? Ninguém aguenta. Ao invés de viver movida a lamentações, as pessoas deviam se abastecer com combustíveis mais leves, saudáveis. É bom esclarecer que entre reclamar e viver se lamentando há uma diferença gritante. Grande desperdício de tempo essa espera inútil, porque afinal, a gente é feliz em tantos pequenos momentos, e mesmo naqueles dias em que tudo parecia estar de cabeça pra baixo, você não riu um minuto sequer? E ser feliz é isso ! Felicidade é um estado de espírito, que como todos os outros, vai e vem. Então não adianta se camuflar de realista e racional, enquanto no fundo espera ansiosamente o dia do “feliz para sempre”, porque ele não vai chegar !
É preciso contribuir para a felicidade chegar, aproveitar ao máximo enquanto ela estiver.. e quanto às dificuldades, ao invés de perguntar a Deus se você merece isso, é preciso tirar o foco do problema e focar na solução, mesmo você sendo ‘do bem’.

domingo, maio 29, 2011

Verônica H.


 "Eu exponho meus sentimentos como numa vitrine, à espera de alguém que aceite pagar o preço que nunca entra em liquidação. Mas quando vem alguém e quer me levar sem questionar a etiqueta absurda, eu só penso na futura devolução."

sábado, maio 28, 2011

Qual é o seu verbo ?




Sentir me é tão vital quanto respirar, quando eu dou por mim, já tô sentindo tudo ao mesmo tempo. Eu que sinto tanto, hoje eu principalmente sinto muito. Sinto muito se as pessoas não gostam do meu jeito, das minhas roupas ou acham que eu deveria mudar um pouco, porque eu sou assim e não vou mudar por ninguém ! Sinto muito se eu magoei alguém um dia, isso eu sinto de verdade... Nem sempre minhas palavras foram bem colocadas, nem sempre elas foram ditas. Sinto muito se alguns caras que passaram pela minha vida me deixaram porque queriam mais ou menos, hoje eu sei o quanto foi bom eles terem partido e que eu que merecia mais, bem mais. Sinto muito se ás vezes não sou o meu melhor, se minhas atitudes decepcionaram quem não deveria, ninguém é tudo que tem de bom sempre. Sinto muito se cobrei demais das pessoas, fantasiei demais... Hoje eu me vejo falhando tanto, cometendo erros que tanto julguei quando eu fui a vítima. Sinto muito se minha sinceridade assusta, se as pessoas preferem essa hipocrisia de só falar o que for conveniente. Esse é meu verbo, sentir. Há quem ache besteira, há quem não saiba nem conjugá-lo. Um desperdício, desses eu sinto pena.

sexta-feira, maio 27, 2011

Martha Medeiros


"Se por trás de todo grande homem existe uma grande mulher, então vale o inverso também: por trás de um pequeno homem talvez exista uma mulherzinha de nada."

quinta-feira, maio 26, 2011

Eu contra mim

Ás vezes se contentar com pouco é necessário, mas quando você passa a viver de migalhas a coisa começa a ficar complicada. Não é certo se doar inteiro e receber menos que a metade, não é justo. Mas ser mais forte que o desejo, colocar a razão em cima do coração, exige um autocontrole imenso, do tipo que nem anos de yoga proporciona ! Como faz pra não sentir aquele soco no estômago quando você se magoa, mesmo tendo sido magoada tantas outras vezes ? Como faz pra não deixar os olhos encherem de lágrima quando ele faz exatamente o que você tava esperando, mas rezando pra que não fosse assim ? Como convencer a si mesma a fazer o que você sabe que deve ser feito, quando o corpo inteiro insiste no que nunca deu certo ? O que mais me falta pra perceber que esse não é o cara ? Quando for, meus dias vão ser paz, meu sono vai ser leve, meu choro vai ser alegria ! Se eu sei de tudo isso, por que tudo continua uma maldita equação não resolvida ? Eu sou a pessoa que mais me ilude, isso que me assusta. Minha maior inimiga. Mas sendo assim, tem como eu me derrotar e continuar de pé ? Responda-me quem puder.

quarta-feira, maio 25, 2011

Caio Fernando Abreu


"-Só sei que nós nos amamos muito…
-Porque você está usando o verbo no presente? Você ainda me ama?
-Não, eu falei no passado!
-Curioso né? É a mesma conjugação.
-Que língua doida! Quer dizer que nós estamos condenados a amar para sempre?
...-E não é o que acontece? Digo, nosso amor nunca acaba, o que acaba são as relações…
-Pensar assim me assusta.
-Por que? Você acha isso ruim?
-É que nessas coisas de amor eu sempre dôo demais…
-Você usou o verbo ‘doer’ ou ‘doar’?
-[Pausa] Pois é, também dá no mesmo…"
Publicidade (juro que eu escolho com carinho):