sexta-feira, janeiro 06, 2012

Vou deixar passar

A gente podia ter dado certo. Se não fosse meu medo de me machucar, seu medo de se prender, nossos tempos em desalinho. Se não fosse o mundo contra nós, meu orgulho, seu individualismo. Eu sempre pronta pra começar algo de verdade e você nunca sabendo o que quer. Você vivendo sua vida e tendo certeza de que eu estaria aqui te esperando, como de fato sempre estive. As coisas podiam ter sido diferentes se eu tivesse me imposto mais, não te acostumasse mal. Ou talvez a gente só tenha acontecido no tempo errado, tanto faz. Você não tá pronto e eu não posso te cobrar coisas que você não tem pra dar. Você quem quis assim, eu respeito e vou seguir em frente. Mas, por favor, me deixa ir! Se gosta mesmo de mim, me liberta. Agora não tem mais porta aberta, a gente precisa se desligar. Você não se acostuma com a ideia de me perder de vez, mas eu posso te garantir que a gente é capaz de se acostumar com qualquer dor ou absurdo.Você que me ensinou. Um dia você vai se arrepender, eu já conheço as voltas do mundo. Mas se a vida for realmente justa, eu vou estar numa bem melhor e você vai ser sempre passado, lembrança. Cansei de ficar parando meu tempo pra tentar ajustar com o seu. Agora vou parar você, pro meu tempo andar. E se a saudade é o preço a se pagar, tá feito. Saudade é pouco comparada a essa dor no peito. Vou deixar passar.

7 comentários:

  1. Perfeito!!! Você é demais, velho! Sério mesmo. Não pare nunca de escrever.

    ResponderExcluir
  2. Minha caraaaaa, foi exatamente assim que fiz e não me arrependo!

    ResponderExcluir
  3. Ao mesmo tempo em que li, vi minha situação sendo narrada nas linhas...

    ResponderExcluir
  4. de quem é esse texto?

    ResponderExcluir
  5. Meu, Marcella Fernanda! Todo texto que não tem nome de nenhum autor no título é meu :)

    ResponderExcluir
  6. adoro seus textos, sério mesmo, são diimais, parece que adivinha tudo o que eu tô sentindo, seus posts me ajudam mt ;)

    ResponderExcluir
  7. Você acabou de narrar minha história...adoro seus textos!Parabéns!

    ResponderExcluir

Publicidade (juro que eu escolho com carinho):